5 dicas de segurança em condomínios

Os números da insegurança no Brasil continuam crescendo de forma alarmante. Somente em São Paulo, de acordo com Secretaria de Segurança do estado, o índice de roubos a condomínios cresceu 56% entre os meses de janeiro e abril deste ano.

Cuidar da segurança do condomínio deve ser prioridade e levado muito a sério, afinal é o tipo de imóvel mais visado por assaltantes, pois é lá onde encontrarão o maior número de bens materiais.

No post de hoje daremos dicas sobre a segurança de condomínios. Confira:

1. Estabeleça normas internas

Estabelecer regras próprias ajuda a prevenir e até corrigir a segurança em condomínios. Isso vale tanto para moradores quanto para funcionários, pois só irá funcionar se todos adotarem as medidas necessárias para deixar o condomínio em segurança. Dentre as diversas medidas, podemos destacar:

    • Criar reuniões com foco na segurança do condomínio;
    • Instalar um olho mágico nas portas dos apartamentos;
    • Entregas devem ser recebidas na guarita e não no próprio apartamento;
    • Ao contratar funcionários exija referências e conheça seu histórico;
    • O portão automático da garagem não deve ser aberto se o morador ainda estiver muito longe, isso pode facilitar a entrada de intrusos.

2. Terceirize os serviços

Terceirizar os serviços é uma boa opção. Limpeza, jardinagem, serviços de manutenção, portaria virtual, portaria física, etc., tudo isso pode ser terceirizado e os funcionários são qualificados e treinados para diversas situações.

3. Controle de entrada e saída

Controlar a entrada e saída de visitantes é de suma importância. De acordo com José Elias de Godoy, Policial Militar especialista em segurança de condomínios, 90% das invasões ocorrem pela porta da frente, já que os próprios moradores abrem a porta sem a devida identificação. Por isso a entrada de prestadores de serviço e visitantes devem ser controladas rigorosamente. Algumas empresas que oferecem segurança de condomínio melhoram esse serviço utilizando aplicativo. Lá, é possível realizar o cadastro prévio de funcionários pessoais e prestadores de serviço, além de ter relatórios do horário de chegada e saída dos mesmos.

4. Invista em segurança eletrônica

Os sistemas de segurança em condomínios como câmeras e alarmes têm mostrado cada vez mais resultado, pois garantem proteção e tranquilidade para condôminos. Com a movimentação de pessoas, carros e prestadores de serviço, os sistemas são de grande valia na hora de monitorar o ambiente. Em caso de furto no condomínio, as câmeras de segurança podem ser acessadas para facilitar na identificação dos responsáveis.

5. Iluminação é importante

Áreas externas e internas devem sempre ser bem iluminadas, pois inibem a ação de criminosos. Isso acontece pelo óbvio: nenhum assaltante quer ser pego no ato. Ou seja, quanto mais iluminado melhor. O ideal é que sejam instalados sensores de presença para que a iluminação seja acionada, assim terá o fator surpresa e o criminoso será dissuadido.

Gostou das nossas dicas?

Todas essas medidas podem ser aplicadas em condomínios e certamente deixará os moradores mais protegidos e, consequentemente, felizes. Também é importante lembrar que a empresa que for contratada para os serviços de segurança eletrônica seja de confiança e de fato especializada no assunto, pois qualquer erro pode acarretar em problemas maiores.

Deixe um comentário