Mitos e verdades sobre o rastreador veicular

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Mitos e verdades sobre o rastreador veicular

Através do GPS e do GPRS/GSM a geolocalização é transmitida de forma precisa até as plataformas de monitoramento e permite a visualização da localização do veículo.

Essa tecnologia tem sido muito útil para o combate à criminalidade que vem crescendo no Brasil nos últimos anos.
É normal que várias informações circulem na internet a respeito desse tipo de tecnologia, no entanto, muitas delas são um desserviço para as pessoas, pois não passam de mitos. Confira o que é verdade e o que é mito sobre os rastreadores:

1 – Rastreador acaba com a garantia do carro

Mito. Talvez esse seja o mito mais disseminado na internet e o que mais preocupa as pessoas. Não há interferência na garantia dada pela concessionária, porém a instalação deve ser feita por um profissional qualificado, pois ele saberá como não alterar a configuração original do veículo.

2 – É possível instalar o rastreador por conta própria

Depois de entender que rastreador não cancela garantia da concessionária, vamos a esse outro mito, que fará você perder a garantia sim. O rastreador tem ligação direta com o circuito elétrico e somente um profissional que estudou para isso deve ser responsável pela instalação.

A gente sabe que existem vários tutoriais na internet que “ensinam” a instalar rastreador, mas o nosso conselho é: não faça isso. Esse tipo de instalação, se feita por leigos, pode acarretar em complicações no veículo. Além disso, pode te fazer perder a garantia e até mesmo atrapalhar a eficiência do rastreador.

3 – Rastreador diminui o valor do seguro

Verdade. Por ser um dispositivo de segurança, o rastreador aumenta a chance de o veículo ser recuperado e pode reduzir em até 30% as apólices de seguro.

Algumas seguradoras até mesmo exigem que o veículo tenha rastreador instalado, geralmente essa obrigatoriedade acontece quando o modelo do veículo tem maior risco de roubo ou furto, servindo assim como uma forma de diminuir esse risco.

4 – Rastreador só pode ser instalado em carros

Mito! O rastreador veicular pode ser instalado em qualquer tipo de veículo, seja ele carro de passeio, moto, caminhões (inclusive essa tecnologia é muito utilizada em frotas), carretas, embarcações, tratores, máquinas agrícolas, entre outros.

5 – Rastreador funciona mesmo com carro desligado

Verdade. Um dos grandes benefícios do rastreador é ele ter a autonomia de funcionar mesmo quando o carro está desligado.

Não há ligação com o acionamento do veículo, assim ele fica o tempo todo ligado. Inclusive, algumas empresas oferecem aplicativo com função cerca que avisa se o veículo sair de um raio de 100 m de onde deixou estacionado.

6 – Rastreador possui botão de pânico

Sim, é verdade. O botão é instalado em local discreto e previamente combinado com o motorista. É muitas vezes usado em caso de sequestro. Ao apertar o botão, um alerta é enviado para a central de rastreamento da empresa contratada.

7 – Rastreadores não funcionam em lugar fechado

Mito. Mesmo em local fechado, os rastreadores conseguem captar sinal. Sua tecnologia, a radiofrequência, emite e recebe sinais em qualquer lugar e dificilmente tem interferência. Mesmo que seu veículo esteja em túnel, galpão, casa ou qualquer outro local coberto/fechado ele ainda poderá ser rastreado normalmente.

Conseguiu tirar algumas dúvidas a respeito do rastreador veicular? Como dissemos no início desse post, essa é uma tecnologia fundamental para diminuir a ação de assaltantes, sendo assim um forte aliado da segurança. Por esse motivo, as informações sobre o rastreador devem ser difundidas de forma responsável e sem mentiras.

Saiba mais sobre: Como funciona o rastreador veicular

Esse post foi útil para você?

Então compartilhe e informe mais pessoas sobre os mitos e verdades do rastreador veicular! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *