Janeiro Branco: mês da conscientização sobre a Saúde Mental

O ano de 2019 começou e com ele o Janeiro Branco, mês de conscientizar a população sobre a importância de cuidar da saúde mental.

Muitas pessoas associam saúde mental com depressão, ansiedade, bipolaridade, ataque de pânico, entre outros. No entanto, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), saúde mental é um completo estado de bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doenças ou demais enfermidades.

Apesar o tema ainda ser considerado um tabu em nossa sociedade, organizadores da campanha no Brasil vem tentando mudar esse cenário. Entenda como surgiu a campanha e sua importância:

Por que Janeiro Branco?

Tradicionalmente, o mês de janeiro é marcado pela cultura do recomeço e renovação da esperança. Janeiro traz uma espécie de “cobrança” interna para que a pessoa realize todos os projetos que tem em mente e faça os doze meses do ano valer à pena.

Para muitas pessoas, essa divisão do tempo em anos é uma boa criação da humanidade, pois permite que as pessoas tenham a oportunidade de fazer uma pausa, para dar fim e iniciar algo novo, ou seja, o mês significa uma página em branco.

Como surgiu a campanha?

Em 2014, o psicólogo Leonardo Abrahão idealizou a campanha Janeiro Branco, com o intuito de quebrar o tabu que o tema traz e divulgar a importância de estar bem com sua saúde mental.

Hoje a campanha já conta com colaboradores em diversas cidades do Brasil, tendo inclusive apoio dos Conselhos Regionais de Psicologias do país. Ao longo do mês são realizadas palestras, entrega de fitas brancas e panfletos em praça e campanhas na internet.

Saúde mental no Brasil

O Brasil tem experimentado um crescimento significativo relacionado às problemáticas envolvendo Saúde Mental e Emocional e isso está diretamente ligado aos altosíndices de violência, criminalidade, ansiedade, depressão e dos mais diversos transtornos.

Tudo isso coloca em risco o equilíbrio mental, comportamental e emocional dos indivíduos e das instituições sociais, o que leva a uma sociedade cada vez mais doente.

Por ainda se tratar de um assunto muito negligenciado, as pessoas acabam deixando a saúde mental por último na lista de prioridades, o que contribui para os mais de 20 milhões de brasileiros com doenças e transtornos ligados à saúde mental, segundo dados da Organização das Nações Unidas.

Não descuide da sua saúde mental

De acordo com o Ministério da Saúde, alguns hábitos são cruciais para manter sua saúde mental boa. São eles:

Se estiver precisando de ajuda, não hesite em procurar ajuda. Procure o CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) da sua região. Cuidar da saúde mental é importante.

Esse post foi útil para você?

Então compartilha e faça com que mais pessoas saibam sobre o Janeiro Branco.

Deixe um comentário