Você sabe o que é um carro conceito? Confira os modelos mais inusitados!

Tempo de leitura: 4 minutos

Entrar em um carro é bem intuitivo nos dias atuais. Você consegue abrir a porta, as janelas, ligar o ar-condicionado, som, etc., tudo isso com certa facilidade. Isso acontece porque foi imposto um padrão específico para os veículos. Nada muito fora do normal.

No entanto, desde 1938 são lançados os chamados carro-conceito – e eles não são tão intuitivos como os veículos comerciais.

De acordo com a Wikipédia, é um veículo experimental onde a indústria automobilística aplica novos conceitos – estéticos, técnicos e tecnológicos de alto nível. Podem ser feitos protótipos tanto de carros quanto de motos, vans e outros veículos terrestres.

As principais características são um desenho mais arrojado – beirando a futurístico -, material pouco comum, portas com abertura especial, uso de três até seis rodas e outras muitas características não comuns em carros usados no dia a dia.

Para além disso, é o momento onde engenheiros e designers podem soltar sua imaginação sem medo de ousar, pois as empresas investem financeiramente em qualquer “loucura” que eles imaginam.

Algumas vezes as ideias são colocadas em carros que são vendidos, mas de uma forma mais comercial, digamos assim, e que o comprador consegue usar com facilidade. Basicamente, os conceitos são exibidos ao público nos Salões de Automóveis que existem no mundo, como o de Paris, Genebra e São Paulo, e “prevê” tendências na indústria.

Quando surgiu o primeiro carro conceito?

O pioneiro desse tipo de veículo foi o Buick Y-Job (imagem), lançado em 1938. Você consegue imaginar essa máquina na década e 1938? Seu design robusto e futurístico parecia ser impossível à época.

O designer responsável foi Harley Earl, que percebeu que valia a pena gastar “rios de dinheiro” para ver a reação do público às novas tecnologias e ideias. E foi assim que ele criou o conceito de “dream car”.

Para você ter uma ideia, esse era o modelo que bombava na década de 1930:

Bem diferente, né?

Os 6 modelos mais inusitados de carros conceitos

Ao longo dos anos, diversos modelos foram lançados nos Salões de Automóveis. Alguns foram mais próximos da realidade que vivemos, já outros são dignos do filme “De volta para o futuro 2”.

Confira os veículos mais “diferentões”:

6 – Ferrari 512S Modulo (1970)

Já se imaginou chegando no rolê com um carro desses? Muita gente! Na década de 1970 ele foi bem desejado, mas apenas uma unidade foi produzida e hoje está nas mãos do diretor de cinema James Glickenhaus.

5 – Ford Nucleon (1958)

Obviamente, a ideia era bizarra: um carro movido a energia nuclear. Ele contava com um pequeno reator na traseira e usava gases gerados na fissão de urânio (igual um submarino nuclear). Nunca foi capaz de se mover, como previsto.

4 – Citroën Eggo

É exatamente o que o nome sugere: um ovo. Foi criado para enfrentar qualquer tipo de terreno, levando duas pessoas dentro do ovo. Seu teto é coberto de painéis solares.

3 – Honda Fuya-Jo (1999)

Esse foi feito especialmente para quem gosta de baladas! Cabem quatro pessoas r dá pra ficar em pé enquanto alguém controla a música no volante em forma de mesa de DJ.

2 – Peugeot Moovie (2005)

Aposto que se você vê de longe vai achar que é um mouse um pouco maior que o convencional. É um carro totalmente elétrico para duas pessoas e é formado por duas enormes rodas que, pasmem!, também são as portas do veículo.

1 – Toyota i-unit

Foi bem difícil, mas conseguimos eleger o carro conceito mais inusitado! Com vocês, o i-unit, da Toyota. É uma mistura de microcarro, moto, exoesqueleto e cadeira de rodas. Pode ser usado como cadeira (esquerda) e como microcarro/moto (direita). Seu motor é elétrico e controlado por dois joysticks.

Ele parece ser uma ótima ideia para quem tem problemas de mobilidade, mas foi pensado simplesmente para quem tem preguiça de… andar. Bizarro, não é?

Mas certamente esses carros seriam muito cobiçados pelos assaltantes! Se eles realmente estivessem nas ruas, com certeza seus donos colocariam algo para proteger, como um rastreador veicular.

Gostou desse post?

Então conta pra gente o que achou! Aproveita e compartilha também.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *